Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Nós

Armand Point, The Golden Legend, 1897

O rosto com que fitamos o mundo...
É este!
Que importância tem o rosto?
Nele se reflecte...
O mundo!
Este...
Pleno de Luz
É a Treva!
Nós...
Trevos incautos
Numa Primavera distante.
Incautos...
Caminhamos...
Frente ao rosto
Com que fitamos
Absurdos lugares
Da memória.
Nós.
Anna
Leonardo da Vinci, The Virgin of the Rocks (pormenor), séc. XVI

5 comentários:

EternaApaixonada disse...

Ana,

segue por e-mail um mimo para teu blogue. Já coloquei no meu o teu link com a imagem da Rara Avis.
Espero que gostes.
Beijos

Bipede Implume disse...

Nos nossos rostos estão as memórias da nossa vida.
Tudo de bom para ti.
Beijinhos e bom fim de semana.

La delirante disse...

Hi Anna! :)

Wonderful poem and pictures as always :) I was having a look at this word in the translator (online) but couldn't find it: "treva" What does it mean?

Have a wonderful weekend Anna!

EternaApaixonada disse...

Boa noite, amiga!
Que o fim de semana seja muito agradável!
Beijos

Aprendi que são os pequenos acontecimentos diários que tornam a vida espetacular.
William Shakespeare

Graça Pimentel disse...

Vim retribuir a visita ao sarrabiscos e encontrei palavras lindas. Parabéns!