Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Aqui...Liceu Nacional de Abrantes

O velhinho Liceu de Nacional de Abrantes, onde estudei nos anos setenta, é aquele edifício amarelo, com ar senhorial...que saudades!
AQUI


Aqui! O céu é mais claro.
O rio chama - nos a sonhar.
E, o Castelo, imponente e raro,
Evoca outro século no ar!

Época de príncipes heróis.
Oh! Quimera das velhas brumas,
Vens a meu peito e dóis,
Dores novas, ilusões, algumas!

Tu, rio, espelho de prata,
De velhas paixões e amores,
És velho, sem era nem data,
Em ti afundo minhas dores.

E, vós, alamedas deste jardim,
Pisadas em passos amorosos,
Não me consintam ficar assim,
Levem meus pensamentos desditosos.

Ana
Abrantes, 17/01/1974

13 comentários:

Vieira Calado disse...

Bons tempos, amiga!

A minha exposição só se realiza lá para Outubro...

Desejo-lhe um bom fim de semana.

Cesc Ginesta disse...

Ouu, Ana, que poeta en el 74 !!

Muy muy buena, amiga !!

Lo mas grande, es que sigues siendo una "poetisa" muchísimo mejor que aquella del 74.....que era insuperable......

Un fuerte abrazo Ana!!

Cesc

Janaina Amado disse...

Ah, vejo que sempre poetaste, Ana, e bem!
Conheço Abrantes - de passagem em uma viagem à Espanha, percorri a cidade (procurei, é claro, o famoso "quartel d´Abrantes", onde tudo é como dantes) e ali almocei. Gostei. Bom saber um pouco mais de você.

Bipede Implume disse...

Também já estive em Abrantes, agora dizer que conheço já é exorbitar. Na minha adolescência fui lá com os meus pais e amigos comer a tal "palha de Abrantes". Voltei lá há pouco tempo, mas não encontrei a doce palha. Era domingo e estava tudo fechado. Desilusão.
Então, amiga ...finalmente de férias. Bem merecidas. Que bom.
Vai dando notícias, ok?.
Beijinhos e bom fim de semana.
Isabel

Sara disse...

Só nostalgia esta minha professora!
Beijinhos

Luma disse...

Passos amorosos...como diz a música "Só eu sei, as esquinas por que passei...só eu sei..." Djavan
Sabe lá onde vai dar! E a gente fica aqui a meditar!! Bom fim de semana! Beijus

Isa Lisboa disse...

Vi este post ali na barra lateral e não resisti a vir espreitar. Porque também eu estudei em Abrantes, embora duas décadas mais tarde! E, portanto, no que será o "novo" liceu, um pouquinho mais longe do Castelo...
Gostei de ver as fotos das muralhas "imponentes e raras" e de ler esta poesia recordada! :)

Beijos

manuel disse...

Depois de ler este comentário não resisto a partilhar que também eu estudei no velhinho Liceu de Abrantes no final da década de 70, mais precisamente 1977-79 onde realizei o ensino secundário. Bons tempos em que,como adolescente, vivi no Rossio ao sul do tejo.
Manuel Ferreira

Ana Tapadas disse...

Estive lá um anos antes...

Leonor Xavier disse...

Também eu passei pelo velhinho Liceu de Abrantes no glorioso ano de 74-75, na turma do 6ºG!
Que saudades dos passeios pelos jardins do castelo e as tardes passadas no "D. Nuno"...!E o ambiente pós 25 de Abril com as RGAs e RGEs...e os deliciosos "caracóis" do bar do Liceu!
E os amores vividos nesses tempos de juventude...Delicioso,enternecedor e uma grande nostalgia!!!

Leonor Xavier disse...

Também eu passei pelo velhinho Liceu de Abrantes no glorioso ano de 74-75, na turma do 6ºG!
Que saudades dos passeios pelos jardins do castelo e as tardes passadas no "D. Nuno"...!E o ambiente pós 25 de Abril com as RGAs e RGEs...e os deliciosos "caracóis" do bar do Liceu!
E os amores vividos nesses tempos de juventude...Delicioso,enternecedor e uma grande nostalgia!!!

Leonor Xavier disse...

Também eu passei pelo velhinho Liceu de Abrantes no glorioso ano de 74-75, na turma do 6ºG!
Que saudades dos passeios pelos jardins do castelo e as tardes passadas no "D. Nuno"...!E o ambiente pós 25 de Abril com as RGAs e RGEs...e os deliciosos "caracóis" do bar do Liceu!
E os amores vividos nesses tempos de juventude...Delicioso,enternecedor e uma grande nostalgia!!!

Ana Tapadas disse...

Também lá estive nesse glorioso ano!
Eu era de Letras...lembro-me de tudo o que falas. Que saudades!
bj