Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Teia luminosa


LINK: Sergei Tyukanov


Que faremos no silêncio gelado,
Dos olhares que se cruzam...
E não sonham?
Que orquestra, que limiar?
Que fina aresta, que traçado?

Usam secretos sibilos, os arautos,
E caminham sobre a teia luminosa.
Incautos, porque sonham?

 Ana

14 comentários:

LUNA disse...

Cuando vi o desenho, näo sei porqué, pensei:
Babilônia, O Jardim das delicias...

Deixa que sonhem, que sonhar é viver a vida duas vêces...
Que o sol do amor, aqueça o silêncio gelado, e cuando novamente esses olhares se cruzem, a luz encherá de fora à dentro, até o coraçäo, até o sonho adormecido...

Beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema lindo...sonhamos para não morrer um pouco em cada dia.

Deixo o meu carinho e um beijinho
Sonhadora

Fernando Santos (Chana) disse...

Muito belo...Espectacular....
Cumprimentos

Vieira Calado disse...

Sim, amiga!

Incautos

porque sonham!

Beijinho

Bipede Implume disse...

Querida Aninha
Amo Jorge de Sena. Tenho esta mania de gostar daqueles que foram tal mal tratados pela sua Pátria.
Não consegui ver o programa. Também gosto de me poupar ou poupar o meu espírito.
O teu poema,tão sentido, leva-nos lado a lado com Sena.
Também tenho um aloé, bem, aloézinho. É tão pequeno e não cresce tão depressa como eu quereria. Nem nunca deu flores. Bem tristinha me deixa.
Beijinhos
Isabel

Rafael Castellar das Neves disse...

E porque vivem? Apenas sobrevivem à existência...

gostei...

[]s

Cristina disse...

Bom fim de semana, Ana.
Beijinhos.

Fê-blue bird disse...

O quadro SOBERBO!
O poema é uma interrogação que tantas vezes faço. Incauta sou!
Mas, sonhar é viver!

beijinhos

Laura disse...

Sonhar, para mim, e sobreviver !
Beijinho

terezinha bordignon disse...

Continuo por aqui, mas parei com meu blog por uns tempos. Cansei? Um pouco, mas o motivo maior é que voltei a estudar (sempre há tempo) somando-se a isso aulas para lecionar. Quem aguenta?

Lindo poema, como sempre. Parabéns

Beijos, beijos!

Andradarte disse...

...o sonho comanda a vida..
Beijo

nydia bonetti disse...

Gelados - os olhos de não sonhar... Beijo, Ana!

JPD disse...

Coma ajuda preciosa do poeta

«Sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança»

As pessoas sonham.
Porém, a benignidade está ausente e, sempre que isso acontece, quem estiver à beira desse flagelo, poderá experimentar a agrura de um sonhador cercado no labirinto dos seu pesadelos.

Há quem sofre a atrocidade de um quotidiano sem o privilégio do sonho.
Esses merecem ajuda.

Finalmente, há os sonhadores puros que ajudam a divagar por editarem um poema tão eloquente.

Bjs, Ana

Fernando Campanella disse...

Imagens maravilhosas, maravilhosas.... e tuas palavras se harmonizam em um lindo post, minha amiga. Bjos.