Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Fogueiras

Rosmaninho (google)
Filhos da charneca
não marcham
correm no passado
arriscam-se
faiscam
no descampado.

alecrim (google)


Filhos da charneca
respiram o acre
transpiram
corroem a memória
na velha fogueira
arriscam-se
pelo prado.

Mato (google)


Mesclam o mato
ensaiam o desacato
na eira acesa em fila
saltam 
cantam
encantam
quando se perfila
o fumo da festa
infesta.
                                                                     [...]

Amanhã a fonte jorrará água límpida e o muro caiado brilhará com raminhos de flores agrestes. Namorados ajudarão raparigas trigueiras a erguerem bilhas de barro.
Que lhes importa se hoje nasceu Pessoa, a minha prima aqui ao lado e se Santo António - que nunca o terá sido - escreveu longos sermões e se desfez em relíquia na longínqua Itália?

Pádua - José Alves


Portugal é o lugar de muitas ausências.


Ana



10 comentários:

Olinda Melo disse...

Grandes fogueiras acendeu aqui, querida Ana! Que linda forma de escrever, de dizer coisas nossas, de apontar os problemas, de mesclar cores e cheiros numa grande inspiração poética!

Bj

Olinda

São disse...

Que posso dizer?....

Tenho uma foto de Santo António igual à tua no "SÃO", rrssss

Sonhos felizes, amiga

Rogério Pereira disse...

Rara prosa
Mulher
Faltavam-me odores de flores
Imagem da charneca
e um sublinhar de ausências

Rara prosa, minha Rara Avis

Zilani Célia disse...

OI ANA!
POSSO TE DIZER QUE, NÃO ENTENDI MUITO BEM TUAS METÁFORAS, JÁ QUE SOU DO BRASIL.
MAS QUE ENTENDI TUA CAPACIDADE POÉTICA, ISTO SIM...
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

vieira calado disse...

Por acaso comprei outro dia um frasco de mel de rosmaninho!

**** Quanto aos signos, na minha astronomia, o que é inquietante é que estas certezas científicas, nunca aparecem na Comunicação de Massas.

Há muita gente a ganhar com esse negócio da adivinhação e, também,
é preciso fazer o povo continuar a acreditar em bruxas e milagres...

Beijinho para si!

Andradarte disse...

Fonte inesgotável de inspiração....
Beijo

Ricardo Miñana disse...

Bonitas letras combinas con esos colores.
feliz fin de semana.
un abrazo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Como sempre lindo...quase que senti o cheiro do rosmaninho e a magia dos bailaricos.
Senti saudades de mim.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Fê-blue bird disse...

Só tu amiga, para de uma maneira tão especial, acenderes esta fogueira.

beijinhos

Bípede Implume disse...

Olá Amiga
Chego ainda a tempo de me deslumbrar com a tua prosa e o rosmaninho, que cultivo no meu pequeno jardim. Beijinho e boa semana.
Isabel