Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

terça-feira, 15 de novembro de 2016

A Porta

 Através das portas do Propileus,  Acrópole de Atenas,  Grécia - 14/11/2016 (Alkis Konstantinidis/Reuters)





Por esse pórtico, amor, subimos um dia,
Quietos, serenos, ébrios de sonho.
Buscámos a paz íntima, a energia
Que apagasse o íngreme e o medonho
Peso de um quotidiano sem alegria...
Para nós, Péricles desenhou esta porta
E não para os vindouros do Peloponeso.
O eco  dos deuses ainda nos exorta
E o prumo continua recto e ileso!

Ana

14 comentários:

majo dutra disse...

Desejamos que os gregos e todos os povos
possam viver com dignidade, paz profunda
e capacidade de sonhar.
Abraço, estimada amiga.
~~~~~~~~~~~~~~~~

Rogerio G. V. Pereira disse...

Se Péricles se propôs desenha-la
a terá desenhado para que ela se abra
a manter-se fechada,
mais valia um muro, trincheira ou vala

Ana Tapadas disse...

majo dutra deixou um novo comentário na sua mensagem "A Porta":

Desejamos que os gregos e todos os povos
possam viver com dignidade, paz profunda
e capacidade de sonhar.
Abraço, estimada amiga.

(Por algum motivo, não consigo publicar o comentário original...
Beijo, minha amiga.)

Edumanes disse...

Abram-se todas as portas à liberdade,
não se construam mais muros de violência
para que a arrogância ceda o lugar a amizade
saibam os políticos dialogar com inteligência!

Boa tarde amiga Ana, um abraço,
Eduardo.

Mar Arável disse...

Por cá somos gregos de portas abertas e janelas escancaradas

Bj

Fê blue bird disse...

O amor continua a manter os sonhos e as portas abertas.

Uma foto mágica amiga Ana.

Um beijinho e bom fim de semana

São disse...

Minha querida: esplendorosa foto muito bem acompanhada pelo teu lindissimo poema.

Beijinhos e bom domingo

AC disse...

Infelizmente, Ana, os deuses parecem ter sido apeados do seu panteão.
Belo, como sempre!

Um beijinho :)

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, que todas as portas e janelas sejam escaqueiradas à liberdade, o poema tem a magia do encanto.
Semana feliz,
AG

Graça Pires disse...

Andarão distraídos os deuses?
Belíssimo, o poema, Ana.
Uma boa semana.
Beijos.

As Mulheres 4estacoes disse...

Que portas se abram e deixem entrar novos ventos. E o vento traga a renovação desejada.
Abraço

Jaime Portela disse...

As portas querem-se abertas...
Excelente poema, gostei muito.
Bom fim de semana, querida amiga Ana.
Beijo.

Manuel Veiga disse...

afinal, uma porta acessível a todos:
- a porta da rectidão.

gostei muito.

beijo

Magia da Inês disse...

✿⊰° ·.
Fotografia bonita, o poema é maravilhoso.
Bom domingo!
Beijinhos.
༼❀° ·.