Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Breve Primavera

Anouk Lacasse


A breve Primavera
recorta as cores
que o suão mirra

Secam arestas beijadas
pelo bafo morno
do antecipado Verão

Laboram os seres
e miram alucinados
os dias de exaustão

Ana

20 comentários:

Edum@nes disse...


A breve e desejada Primavera,
se a pudessemos a toda a hora
sem esgotamento, quem nos dera
que ela não se fosse embora...

Tenha uma boa noite amiga Ana Tapadas, um beijo,
Eduardo

São disse...

A desejada Primavera parece-me que nem breve será.

veremos com vai ser o Verão...

O poema agradou-me muito.

Beijinhos, Anita

Andradarte disse...

Há que dar tempo ao tempo, para que
cumpra a sua missão...
Beijo
bfs

Graça Pires disse...

A primavera, sempre tão desejada, é um recomeço da Natureza que "recorta as cores". E mesmo que seja breve é sempre muito bela. Gostei do teu poema.
Um beijo.

Manuel Veiga disse...

primaveras desfeitas - no labor dos seres...

... até que exaustão dos dias colapse!

muito belo.

beijo

MDRoque disse...

Viva!
Hoje tive um tempinho extra, para poder ler e comentar como deve de ser.
Normalmente uso o G+1 para marcar presença, mas nem sempre me satisfaz.
É um privilégio ler escritos bons, e eu vou tentar ser mais presente.
Abraços e beijos. D

http://acontarvindodoceu.blogspot.pt

Fê blue bird disse...

Tudo é o que é bom é breve minha amiga. Porque será ?

beijinho

Mel de Carvalho disse...

tempo dentro do tempo, minha querida Ana. saudades de te ler -

beijo e até breve

© Piedade Araújo Sol disse...

a Primavera chegou tímida, logo temos aí o verão.

muito obrigada!

boa semana.

beijos

:)

Luma Rosa disse...

Oi, Ana!
Fiquei um bom tempo olhando a imagem que escolheu para o post. Uma ciranda de puro deleite entre colores...
Aí esquenta e aqui esfria. Vivemos dois paradígmas, sendo ambos comprovadamente corretos. Estação que se desfaz para outra se fazer.
Beijus,

Anónimo disse...

Breve mas tão desejada!

Sonhadora (Rosa Maria) disse...

Minha querida

Que a Primavera traga todos os perfumes da vida.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Sonhadora (Rosa Maria) disse...

Minha querida

Que a Primavera traga todos os perfumes da vida.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Poema profético. Hoje chove e faz frio. Já há inundações por aqui perto. Nada de grave, só excesso de chuva.
Todo o tempo é de mudança. É uma esperança.
Beijinho e boa semana.
Isabel

Daniel C.da Silva disse...

Laboram os seres... a aperfeiçoar pelo desejo as temperaturas da alma..
um beijo. Belo poema.

AC disse...

Na ancestral paisagem, reconfortante, também é visível a labuta ao serviço dos outros, agridoce de múltiplas facetas.
Sempre bem, Ana.

Beijo :)

Jorge disse...

Olá, Ana!
Uma suave música, prenuncia e suaviza sobressaltos primaveris.
Bj
J

Nilson Barcelli disse...

Magnífico.
Gostei imenso do teu poema.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Ana.
Beijo.

Pérola disse...

Apetecida primavera e do verão nem se fala.

Palavras de um tempo sem tempo.

Beijinhos

Pérola disse...

Apetecida primavera e do verão nem se fala.

Palavras de um tempo sem tempo.

Beijinhos