Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Eco II

Ortodoxias

Creta
O Natal invadiu as cadeias de hipermercados e os centros comerciais são lugares de romarias fundamentalistas. O Natal - nascimento paradoxal - no último mês de um ano com nuvens no horizonte.
Caminho, absorta, entre tantos entes, indiferente às luzes que aturdem compradores desprevenidos. Como todos, cumprirei os rituais, encherei a casa e a lareira crepitará até de madrugada. No dia a seguir algum sentido de renascimento alimentará um recôndito lugar da recordação...


Minotauro, museu de Heraklion

 Estarei na memória dos dias límpidos, estarei nos sonhos de uma Humanidade fraterna e asceta, feliz nas linhas claras e no traço rígido da branca luz do mar Egeu. Ali, onde nasceu a Europa - filha dos deuses - ali onde a memória do Minotauro se refaz em labirintos, eu poderia caminhar por entre olivais e buganvilias milenares até não poder mais, ébria das belezas do lugar.


http://www.ilonabastos.webhs.pt/capsali_4.jpg

Entrarei, sem entender o ritual, no velho templo ortodoxo de Heraklion e perceberei, então, o dogma...credo quia absurdum, Tertuliano nem sequer me impressiona mais. 

Heraklion, Creta


Aquilo que procuro não tem laços, não se doura... Amor entre os seres pensantes, verdade inviolável de olhares humanos faiscantes de ternura e sorrisos claros como a cristalina luz de Creta.
Talvez velhos minóicos ancestrais ainda habitem este lugar e, sentando-me na pedra nua, olho o Templo e sorrio à clara luz com a mansidão serena do verde mar.
Templos em ruínas...


Cnossos, Creta
fotografias: José Alves
                                                                                                                  

10 comentários:

LUNA disse...

Que beleza, Aninha!!!!
Um canto à beleza, aos sentimentos, à espiritualidade que anda escassa nestas Festas de Natal.

Cada pessôa é livre de crer ou näo, mas o Natal têm só um sentido.
A comemoraçäo do nascimento de Jesús.

Essas flores täo lindas aqui na España chamam-se BUGANVILLAS. Eu adoro o seu côr e a sua luz.

Näo há remédio, terêmos que entrar nesse mundo do consumismo, que nos chama desde a luz, a música e um homem vestido de vermelho, con longas barbas...

Um beijinho, querida amiga.

Andradarte disse...

A verdade...é que já é novamente Natal
e os gestos e caminhos...são os mesmos,talvez com diferenças que nem
o são mais..Só indo conhecer outros
lugares e seus hábitos, seremos surpreendidos..
Um Bom Natal.....
Beijo

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Ana, belas fotografias...belas palavras...Espectacular....
Cumprimentos

Janaina Amado disse...

Ana querida, vim aqui lhe agradecer o comentário no blog de Jacinta Passos, e encontro esta beleza. Como gosto desta linguagem mítica, como ela me fala fundo. Belíssimo. Aproveito para desejar, e à sua feliz, uma Natal fraterno, cheio de paz, ecoando antigas belezas.

Bipede Implume disse...

Querida Aninha
É verdade os Natais vão-se transformando ou vão querendo que eles se transformem na grande febre consumista.
Mas este ano, dada a crise instalada, talvez nos leve a ser mais conscientes e deixar o supérfluo de lado.
E fica sempre o amor da família.
Grécia que só conheço através de fotografias e estas estão lindas, acompanhadas pela tua prosa tão sábia.
Mesmo com espírito natalício, tudo de bom para ti com muita felicidade.
Beijinhos
Isabel

Fernando Campanella disse...

O que é isso, esse sentimento, essa voz interior, esse chamado que é eco dos mitos, que vibra dentro de nós? Quando as luzes da cidade se apagam, o natal vibra um renascimento de outras, lindas, faces dentro de nós.
Bela postagem, Aninha. Bjinhos.

ADRIANO NUNES disse...

Amada Ana,


Amei tudo! Lindo!


Abraço fraterno,
Adriano Nunes.

Denise disse...

Aquilo que procuro não tem laços, não se doura... Amor entre os seres pensantes"(...)

Quisera eu que o VERDADEIRO sentido,da união na celebração,se fizesse acontecer.

afagos (céticos)
De

Ana Lucia Franco disse...

Ana, que texto lindo. O verdadeiro sentido do natal parece um sonho distante, uma fumaça que paira no ido tempo da Deusa Europa. Para ti, querida, feliz natal, feliz ano novo.

beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando apenas para desejar um Feliz Natal, cheio de amor e paz, junto de todos os que te são queridos.

Beijinhos com carinho
Sonahdora