Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

domingo, 10 de abril de 2011

Instantes




O mês de Abril devolve-me a infância. Não importam os idos. Não importam as vozes desafinadas de nórdicos poderosos e pálidos, nem o tom submisso e delirante de nativos que, bêbados de sul e de sol, construíram estonteantes castelos de nuvens. 
Basta-me o mês de Abril, um céu límpido de azul duro e impoluto, este cheiro forte de rosas abertas e de estevas floridas e quentes. Um falcão peregrino que esvoaça alto recordando-me as origens e este ar quente que me renova a vida.



http://2.bp.blogspot.com/_BucP0HN8OKo/Sw_7rC2scxI/AAAAAAAAABo/lhL7HCKpKTY/S600/falcao+peregrino.jpg

Ana                                                                                                                              Fotos: José Alves

9 comentários:

Eva Gonçalves disse...

Que bom poder haver esses momentos em que mais nada parece importar e nos esquecemos de tudo que se passa no mundo... São esses instantes, que nos renovam a alma, e nos ajudam a colocar tudo em perspectiva e a encontrar forças para encarar tudo de novo :)às vezes, só um dia de sol faz toda a diferença! :) beijo

sofia disse...

Muito bonito ! beijinho*

Andradarte disse...

Viva a Primavera, pelo aconchego
que nos da.
Beijo

Fê-blue bird disse...

Amiga;
Adoro Abril, o meu mês, o mês do renascer,da vida e da esperança, e tanto que precisamos dela!
Lindo texto, belíssimas fotos!

Beijinhos

irneh disse...

Olá, minha amiga

Ler-te é sempre um enorme prazer. Trabalhas as palavras como ninguém.
Gostei imenso dos teus últimos textos.
Beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida

Este texto...não perguntes porquê...fez-me assomar aoa rosto duas lágrimas, talvez saudades de mim, dos cheiros que senti ao ler-te.

Deixo um beijinho carinhoso
Sonhadora

Margarida disse...

Eu cá não gosto do mês de Abril, não sei porquê, mas gosto muito do ambiente, lá isso é verdade...

JPD disse...

Fragâncias, cor e luz e o cheiro indiscutível das estevas.
Ah, o Alentejo!

Sempre que posso, viajo pelo Alentejo nesta altura do ano ou, mais tarde, lá para Setembro/Outubro.

É sempre extraordinário.

Bjs, Ana

Margarida disse...

O meu Francês é muito precário. Para falar verdade eu só gosto da língua porque é bonita e tem uma certa classe :p

Beijinhos