Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

As Obras e os Dias

Sísifo, de Tiziano1549

Hesíodo por certo não conheceu a minha vida, mas nas eras outras eras são e no tecer eterno desta viagem incompleta o peso verga-me ainda os ombros. Não penses que desisto. Eu nunca desisto. É esta a natureza daqueles que tu cantas. Todavia, são curtos os dias para os trabalhos que os deuses nos prometem. 
Éfira fica longe e Zeus mandou-me enviados difíceis. Que Tanatos se afaste, se perca nos mares e desça ao mundo a que pertence. Que se aquietem os tempos e a montanha se aplaine, pois o meu ser vagueia na planície e o absurdo não se esconde por aqui.

Ana




17 comentários:

Edumanes disse...

As obras e os dias, há tantos anos,
não se sabe quantos pela planície se vagueia
todavia, não terão afastado todos os enganos
do pouco que se colhe do que na terra semeia!

Está muito bem imaginado...Quem sabe sabe!

Boa noite, bons sonhos e bom fim de semana amiga Ana, um beijo,
Eduardo.

CÉU disse...

Ana, minha querida!

Ora, nem mais. Nós somos mulheres da planície e vemos tudo até ao longe, portanto, sempre serenas. Que os deuses menores não nos venham perturbar!
Gosto mto de Mitologia e tu soubeste, como sempre, entrelaçar e disfarçar as tuas "aflições" com as ações dos deuses. O Olimpo não fica para as nossas zonas, digo-to eu.

Beijos e bom fim de semana.

Rogerio G. V. Pereira disse...

"Que se aquietem os tempos e a montanha se aplaine"

Nem apenas preces,
pois mais vale o esforço para que se aquiete o tempo
mesmo sabendo que teu ser vagueia sem descanso

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Sempre que voltas trazes a luz contigo.
Genial este texto.
Tens razão ...tudo menos esse. Cruzes canhoto!
Beijinhos.

Magia da Inês disse...

✿゚ه° ·.
Que dias mais venturosos venham para todos nós!!!

Muita paz e tudo de bom!
Bom fim de semana!
Beijinhos.
❀✿゚ه

O Puma disse...

... e até Marcelo que não se diz Cavaco
não prescinde do seu apoio

AC disse...

Os clássicos já tudo sabiam, apenas faltava concretizar. É a nossa sina, tentar.
Muito bom, Ana!

Um beijinho :)

Fê blue bird disse...

Amiga Ana, mesmo quando os deuses não ajudam, não desistes, isso é apanágio dos fortes.

Coragem!

Um beijinho

Graça Pires disse...

A mitologia a misturar-se com a vida do quotidiano. Tantas vezes carregamos a pedra como Sísifo. É preciso a coragem de viver cada dia apesar de tudo... ou de nada...
Um belo texto, Ana.
Beijos.

São disse...

Aninhas, a Vida é mesmo o trabalho de Sísifo e nunca desistas!

Beijinhos, muitos

heretico disse...

que Eros reine! e aplane os dias...

beijo

Jaime Portela disse...

Não desistir pelo que queremos é um dos segredos da vida.
Excelente texto, gostei imenso.
Ana, bom resto de semana.
Beijo.

mixtu disse...

nunca desistir... transformar montanhas em planinies, rios em mar...
sin duda...

abrazo

Majo disse...

~~~
Resistir é árdua tarefa, sei bem.

Desabafar com os amigos é imprescindível...

Que os deuses a apoiem em força e determinação.

~~~ Abraço amigo.~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~

Cristina Sousa disse...

Olá Ana,

Sabes gosto muito de mitologia, adorei a forma com abordaste os Deuses.

Beijinho e bom fim de semana

Existe Sempre Um Lugar disse...

Bom dia, atirar a toalha ao chão é sinonimo de falta de coragem e de perca da esperança, nem tudo acontece conforme se deseja e no tempo que queremos o que não significa a desistência dos objectivos.
AG

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Ana.
Fabuloso enlace entre o mundo dos deuses e o nosso, cheio de aflições mas sem "desistência": "Que se aquietem os tempos e a montanha se aplaine, pois o meu ser vagueia na planície e o absurdo não se esconde por aqui." - tão bem o diz!

abç amg