Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

domingo, 18 de junho de 2017

Amanhece

Pedrogão, 2017

Como amanhecem os espectros,
Ímpias cacofonias...
Íntimas as dores,
Dilaceradas as memórias?


Novos pintores realistas


E, mesmo assim, há quem, numa humanidade precária, se dilua em lirismos idílicos... em casulos narcísicos.

Ana




9 comentários:

alfacinha disse...

Depois de alguns dias de ausência, não posso retomar as atividades no blogue sem que exprimo o meu profundo pesar ao povo português pela calamidade dos incêndios que têm feito chorar o mundo e em particular Portugal.

Edumanes disse...

Fenómenos da natureza, que fizeram fugir dezenas de pessoas do inferno ao encontro de Deus mas, infelizmente, encontraram o Diabo no caminho que não lhes deu hipóteses de continuarem viagem sãos e salvos! É preciso que os responsáveis pensem e façam alguma coisa para que não se repitam no futuro! Os mortos descansem em paz. Os meus sentidos pêsames às famílias enlutadas!

Majo Dutra disse...

Em sintonia com o teu pesar...
Beijinhos
~~~

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, a tristeza entrou na alma de todos os portugueses com o inesperado que surge em qualquer momento, foi uma tragédia enorme, resta-nos sermos solidários dentro das possibilidades.
Agora vão aparecer por aqui uns arrogantes repletos de cinismo a tentar tirar dividendos políticos com a tragédia de Pedrogão com enorme criticas e lágrimas de crocodilo.
Continuação de boa semana,
AG

Mar Arável disse...

Não se trata de questões técnicas mas de falta de políticas que também se tratam nas urnas eleitorais

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Só hoje consigo falar desta tragédia em que a dor predomina.
Acho que é precisa muita serenidade. Como diria o Marquês de Pombal: enterrar os mortos e cuidar dos vivos... mas cuidar mesmo a todos os níveis.
Beijinho de muita amizade,

Graça Pires disse...

Sinto tudo o que se pode sentir nestes momentos. O silêncio é maior do que as palavras...
Um beijo, Ana.

Fá menor disse...

Dores de alma.


Beijinhos

ANNA disse...

https://anna-historias.blogspot.com.es/2017/08/las-horas-de-la-vida.html?m=1..

Te envio mi hlog pr si deseas visitarlo.

Besos