Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sábado, 29 de julho de 2017

Leituras...




Espera-se um poema, mas o trabalho ainda aperta...o calor imenso do sul interior não traz o cheiro da maresia, mas o odor criminoso dos fogos que eclodiram na distância próxima. Nuvens negras de outras tempestades...
Leio a última obra de Eco. Recomenda-se. Lúcido na  análise, até aos dias do fim!
Que a lassidão deste calor não inflame narcisismos megalómanos.





8 comentários:

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, de estupidez à loucura é só um passito pela falta de raciocínio o que causa a falta de responsabilidade, o que nos espera o futuro? é proibido adivinhar mas podemos imaginar, a sugestão é perfeita para ler (h)Umberto Eco, a vida real é a que vivemos no dia a dia, assim, Mário Mata tem razão quando canta, "conforme a musica que me dás é a que danço" a direita portuguesa e mundial, dão-nos musica para dançar diariamente e possivelmente no futuro.
Continuação de boa semana,
AG

Raquel disse...

Ainda não li, mas o título está forte, perspicaz :), e toda a sinopse revelam uma reflexão interessante de conhecer. Beijinhos

Graça Pires disse...

Umberto Eco é sempre excelente de ler. Não li este. Vou aproveitar a sugestão. Obrigada, Ana.
Uma boa semana.
Um beijo.

alfacinha disse...

Já li nome da rosa . Uma história fantástica para ler nas férias
abraço

Jaime Portela disse...

Ainda não li.
Mas não me escapa...
Um bom fim de semana, amiga Ana.
E boas férias.
Beijo.

Majo Dutra Rosado disse...

Grata pela sugestão, estimada Ana.
Estes dias de luar vão estar escaldantes,
ótima oportunidade para aproveitar os passeios noturnos...
Abraço, Amiga.
~~~~~~~~~

Maria Lucas disse...

São tempos de reality show. Falem mal mas falem de mim. Uma tristeza esta era moderna.
Boa dica de livro e autor

Fá menor disse...

Nestes tempos, onde estupidez e loucura andam de mãos dadas, parece-me ser um bom livro a ler.

Bjos