Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Minho


Viajo, sem máquinas, numa linha que se estende de Ponte de Lima a Monção. Curvas sobre curvas feitas de dramas e de silêncios. Gente alegre tagarela sobre a Cruz e a Páscoa e flores que crescem no quintal. Couves esguias testemunham palavrões inofensivos de uma linguagem redundante. O vinho espuma sobre a toalha imaculada. Missas e padres e anedotas brejeiras vão diminuindo o pantagruélico pão-de-ló. Risos e lágrimas de histórias antigas. Diminutivos nos nomes e campos desenhados de verde uniforme, intenso e vibrante na garganta do vale. É o Alto Minho.


Lagoas, Ponte de Lima

Ponte de Lima, orgulhosa de anais e História, enche-se de cruzeiros pascais de um roxo perturbador. Vaidades recentes sentam-se nas esplanadas e alinham-se em tribos de linhagens bem definidas. Um mar de carros invadiu o areal e brilha multicolor. Imigrantes e emigrantes, indistintamente, caminham pela margem do Lima e a velha ponte testemunha mais esta passagem.



CM de Monção, Palácio da Brejoeira


Sinais de alguma ruína assomam aqui e ali a recordar outros idos em que palácios se venderam e inscreveram as naturais castas desta terra desigual.
Bebamos esse verde.

Ana


8 comentários:

Bipede Implume disse...

Querida Aninha
Quanta saudade. Gostei de voltar ao Minho aqui. Fui lá enquanto criança e adolescente. Era uma casa grande em Riba de Âncora. Meu avô era muito austero, mas para a menina da cidade que era eu, deixou que se organizassem os bailes mandados lá em casa. E era tal e qual tu contas. A alegria e a malícia eram a jorros. De tal maneira gostei que,no liceu, entrei para as Danças Regionais.
A minha Páscoa foi muito cansativa.
Continuámos a pôr aquele jardim e horta em ordem.
Beijinhos.
Isabel

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Lindissimas fotos, o minho é muito bonito.
Deixo o meu carinho e agradeço o teu.

Beijinhos
Sonhadora

Andradarte disse...

Conheço mal o Minho....aliàs, conheço
mal a metade Norte de PORTUGAL.
As fotos abrem o desejo....

Beijo

Antoniatenea disse...

Describes tod de una forma tan bonita que me dan ganas de ir a cada sitio. Las fotos son bellísimas..la del almendro en flor: preciosa!!!
Besos!!!

JPD disse...

Olá Ana

Sempre que visitei o Minho, fi-lo no Verão e gostei.

É lindo;
O comportamento das pessoas, para o padrão de Lisboa, é único;
A maneira e os modos -- Às vezes, os excessos de linguagem (certos palavrões) -- surpreendem;
A comida é excelente;

Não sou intolerante, mas os diminutivos chateiam-me. Não compreendo que se fale com utilização abusiva de diminutivos.
Exemplo, para manter a minha credibilidade:
Só aceito como naturais, os seguinte diminutivos:

MINHO
SOZINHO

Vês!

Voltando à apreciação à tua edição, quero acrescentar as excelentes fotografias que editaste.

Não encontrei um grão(zinho) nas imagens.
É excelente!

Bjs

Janaina Amado disse...

Ah, como gostei desta sua postagem, Ana! Sou fã absoluta do Minho, em particular de Ponte de Lima, de sua ponte romana e de seu inigualável vinho verde.

Gerana Damulakis disse...

Belas fotos, Ana. Tudo é sedução.

MªAngeles Prieto disse...

¡qué blog tan bónito! ¡qué fotos! ¡Qué sensiblidad! Qué poesías! Me encanta.