Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

domingo, 13 de maio de 2012

Terribilitá

Michelangelo, «Sibila de Delfos»

«Quando tocam os sinos, ouvimos aquilo que já trazemos como modelo em nós mesmos».

                    Leonardo da Vinci



Mario Bettini, «O olho do cardeal Collona»



11 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente post....
Cumprimentos

nacasadorau disse...

Uma tela soberba e uma citação para reflectir.

Boa semana, amiga.

Beijo

São disse...

Miguel e Leonardo dois génios, dois monstros sagrados, duas forças da Natureza!

Estarreci face à Pietá, a Moisés, à Capela Sistina.

DE Leonardo, abarcando tudo, não consigo apreciar Gioconda...

Bons sonhos.

Rogério Pereira disse...

Acho que Leonardo da Vinci me conhecia...

Eva Gonçalves disse...

Eu diria que então, é tudo uma questão de perspectiva :)Beijinhos

Andradarte disse...

Bela frase...ouvimos o som que nos 'toca' no momento...
Boa semana
Beijo

christina disse...

Boa semana,Ana:Beijinhos.

Fê-blue bird disse...

Amiga:
Um post para reflectir sem dúvida!
Como sempre a escolha perfeita das imagens.

beijinhos e boa semana

Nilson Barcelli disse...

Este magnífico pensamento poderia ser a resposta ao teu comentário ao meu penúltimo poema.
A foto que escolheste é um achado para o pensamento...
Ana, querida amiga, tem uma boa semana (ou o que resta dela...).
Beijo.

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Os sinos foram um meio de comunicação nas aldeias, serviram de relógio, para momentos alegres e tristes.
Infelizmente andam a substitui-los por dispositivos electrónicos. Uma bizarria.
Belas imagens.
Beijinho e boa semana.
Isabel

Sonhadora disse...

Minha querida

para reflectir, como sempre imagens lindas.

Beijinho com carinho
Sonhadora