Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sábado, 2 de janeiro de 2010

Tempos Circulares


calendário maia

Sejam felizes ...e, por favor, não me falem mais do tenebroso calendário maia. Tempos difíceis, são tempos de esperanças - lunares, solares e milenares.




calendário hindu


¿TANTO HE PERDIDO contacto con la realidad
que me imagino escribiendo poesía?
De seguro tus devotos ilustres
todos poetas famosos, se reirán de mí
Hoy enfrento la prueba más dura de mi vida:
no tengo ninguna experiencia
y me han pedido que cante.
Soy el inocente a quien piden pecar
sin haber probado lo que ha de cometer.
Soy sólo un principiante, inculto en el arte,
ni siquiera mi Maestro se me ha revelado.
Ilumíname e inspírame, oh Señor.
Dice Tuka: el tiempo se me acaba.


(T U K A R A M, poeta indiano)



calendário chinês



A Verdade que pode ser descrita em palavras não é a Verdade permanente.
O Nome que pode ser nomeado não é o Nome permanente.
Não tendo nome é o princípio de todas as coisas.
Tendo nome é a mãe de todas as coisas.
Assim, quem permanece sem desejo, vê a essência.
Quem permanece com desejo, vê a expressão.
Os dois têm a mesma origem, diferenciando-se nos nomes por que são chamados.
Profundamente oculta é a porta para se conhecer a essência dos seres.

(poema chinês)



calendário romano


Não sondes o destino, amiga, que os deuses
nos reservaram, nem interrogues
os astrólogos da Babilónia.
Enfrentemos o que vier, seja o que for.
Quer Júpiter te conceda muitos invernos
quer seja este o último
em que as ondas do Tirreno
castigam os rochedos,
sê sábia e prova teus vinhos.
A vida é breve,
não alimentes longas esperanças.
Enquanto falamos,
o tempo, invejoso, foge:
vive o presente,
o menos crédula possível
no dia seguinte.

(Horácio)



calendário islâmico


Mí presencia aquí no fue elección mía;
A mi pesar el destino me acosa
para que me vaya.
Levántate, envuelve un trapo
a tu cintura, mi SakÍ,
Y embriágate para alejar la miseria
de este mundo.

Si hubiera sido mi elección,
¿habría venido?
¿Y en que me habría convertido?
¿Qué mejor fortuna podría
haber hallado
Que no venir, devenir o incluso ser?


(RUBA-I-YYAT OMAR AL-JAYYAM, poeta muçulmano)




calendário judaico


Tu és!

Nem a audição do ouvido, nem a luz dos olhos

Podem ouvir-te.

Nem modo, nem causa,

Nem lugar te convêm como atributos.

Tu és!

O teu mistério está escondido:

Quem poderá sondá-lo?

Tão profundamente, tão profundamente:

Quem poderá encontrá-lo?


(Cântico judaico)







http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/calendarios/imagens/calendario-grego-3.gif

calendário grego


É assim, eu o creio, que alguém, o primeiro,

Persuadiu os mortais de formar o pensamento

De que existem deuses.

(Crítias, B xxv, op. cit., p. 1145-1146)



13 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida Amiga
Muito bom o teu post.
Quero deixar-te um beijinho de ano Novo.

Sonhadora

Ianê Mello disse...

Querida Ana,

lindíssima e profunda sua postagem.

Meus parabéns pela sensibilidade à flor da pele.

"Rara Avis" é o que você é!
Voe sempre, amiga!

Grande beijo.

Gerana Damulakis disse...

Excelente!
Que bom que vc voltou!
Bjo

Δημητρης Μπαρσακης disse...

Καταπληκτικό το κινέζικο ποίημα. Η αληθινή φιλοσοφία - η αλήθεια - εκφράζεται μόνο μέσω της ποίησης. Υπήρξε μια τέτοια περίοδος και στην ελληνική αρχαιότητα, πριν από τον Socrates και Plato. Άκου τι λέει για τον χρόνο ο Heracleitos:
"Ο χρόνος είναι ένα παιδί που παίζει με τα ζάρια. Η βασιλεία ανήκει στο παιδί".

beijo

Cristina disse...

Feliz Ano Novo, Ana!
Beijinhos.

Janaina Amado disse...

Bem, bem, Aninha, este post está realmente especial, lindíssimo.
Sabe, embora eu também não aguente mais esse papo de profecia maia, tenho uma predileção pelo conceito de tempo circular, que me parece mais humano, comportando a permanente idéia de renovação. Vê só quantos dos calendarios que postou são circulares?
Gostaria de saber de qual obra vc. tirou o corajoso texto de Critias.
Beijo.

Meg disse...

Ana,

Sou fascinada pela civilização Maia e depois de ler este teu belo post, fiquei ainda com mais curiosidade. Há mais a pesquisar.

Mas prometo não te falar do "tenebroso" calendário...!!!

Um BOM ANO!

Beijinho

Georgio Rios disse...

Uma boa forma de cortar os clichÊs que impregnam os pensamentos Faustos de fim!!!

Vieira Calado disse...

O seu post de hoje,

é simplesmente magnífico.

E tanta coisa que eu não conhecia,

aqui me trouxe!

Beijinhos

* O grego, parece que também gostou (rs)

Fernando Campanella disse...

Maravilhaaaaaaaaaaa, vc deu um banho de otimismo nestas previsões catastróficas com que convivemos. Carpe diem, e esqueçamos os alarmes do noticiário um pouco. Linda postagem, bjinhos.

ADRIANO NUNES disse...

Ana,

Que excelente postagem! Estou encantado! Muito grato por compartilhar tais conhecimentos!


Grande abraço,
Adriano Nunes.

Georgia disse...

Eu tb nao quero saber de notícias ruins, 2010 estamos querendo que seja melhor.

Bjao

Flor ♥ disse...

Olá, Aninha!

Saudades... de ler-te!

E lá está o ano novo na mão dos fanaticos e suas previsões!

Bjs.