Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Obrigada, São.


Hokusai, xilogravura do séc. XIX



 Descobri que a minha amiga São gosta muito de um género de poesia japonesa designado por haiku ou haikai. Não resisto a ter a ousadia de tentar esse difícil e conciso poema de três versos de cinco sílabas, para lhe agradecer a generosidade que me tem dedicado.
Obrigada, São Banza!


Voam jovens aves
Levam silêncios
Pesados e graves


(Sei que me sabes ler. Aí, só uma palavra terá sentido literal...nada me dói mais na minha profissão.)




Galeria:

12 comentários:

Evanir disse...

A alegria quem me da é você que
leva seu carinho no meu blog.
A algum tempo meu céu anda
um pouco nublado e os Dias meio cinzentos.
As noites um pouco longa ,
mais sem perder o brilho das estrelas.
E o encanto da lua brilhante
beijando meu rosto.
Obrigada por você existir na minha vida,
obrigada por me ajudar a superar tantos
momentos de incertezas.
Que Deus abençoe você e eu beijos , Evanir.
Deixei mimo de agradecimento na postagem.
È simples mais de todo coração.
Com você quero comemorar 500.000 Visitas
e tenha certeza , você faz parte da minha historia.
Eu acredito em Deus.

Zilani Célia disse...

OI ANA!
ACHO O HAICAI, UMA FORMA LINDA DE SE DIZER AS COISAS USANDO UM MÍNIMO DE PALAVRAS E DIZENDO TUDO.
ACHO QUE A "SÃO", VAI ADORAR A HOMENAGEM.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Olinda Melo disse...


Querida Ana

Também gosto muito deste género. Dizer um mundo de coisas em poucas palavras, é uma arte.E fizeste-o de uma forma magistral.

Beijinhos

Olinda

JP disse...

Jovens aves com silêncios é grave...e pesado :(

Beijo

São disse...

Oh, minha querida amiga, como te dizer que achei uma maravilha e que te fico muitíssimo reconhecida?!

Porém, eu mão merecia: a qualidade da tua escrita é que não pode nem deve ficar escondida.Especialmente, quando nós vemos à venda ( e , muitas vezes, com sucesso) um amontoado de folhas ( pobres árvores sacrificadas para isto!) a que têm o descaramento de chamar romances( como, só por exemplo, a Guiducha R. P.)

Ana, fraternal abraço e que DEus te abençoe .

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida Ana

Que não cortem as asas a essas aves que são o futuro.
Lindo o teu Hakai.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

Anónimo disse...

Tenho seguido a tua poesia aqui e lá: concordo com a São e gosto do teu reconhecimento!

::))::))

LUIZ

Fê blue bird disse...

O maravilhoso deste tipo de poesia, é que tão pouco diz tanto.

Beijinho amiga Ana

Pérola disse...

Desconhecia o género.

Pede releitura e atenção.

Gostei muito.

beijinhos

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Acho uma maravilha.
Tenho um livro de poemas String of Beads da Princesa Shikishi que é uma preciosidade.
Muito difícil também.
Um fim de semana cheia de paz.
Beijinhos
Isabel

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Independentemente da forma métrica, gostei (muito) das breves linhas poéticas que bem ilustram a imagem.

Beijinho amigo

Ana Tapadas disse...

LUIZ, amigo da São.

É aqui que agradeço, pois não ficou cá o «link».
Grata pelas palavras.