Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Caleidoscópio





A realidade
Aparente
Verdade
Distorce
Retorce
Degrada
Corrói
Destrói
Arrasa
Sem asa
A aparente
Realidade


Ana


20 comentários:

O Puma disse...

Tantas são as realidades

Edumanes disse...

Responder!
sem desagradar
sem aborrecer
sem chatear
sem desfazer
sem refilar
sem contradizer
sem desafinar
sem não poder
passarinho ficar
só depois de penas ter
do ninho pode voar!

Boa noite e bom fim de semana
amiga Ana, um beijo.
Eduardo.

Majo disse...

~ ~ ~
~~ As realidades aparentes...

~~ Importante estarmos atentos...

~~ Uma chamada de atenção realista...
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

~~ Agradabilíssimo fim de semana. ~~
~ ~ ~

Graça Pires disse...

Fases da realidade. A aparência traz o resto. Como um presságio...
Um beijo, Ana

AC disse...

Andamos todos num corrupio enquanto nos atolamos cada vez mais.
Sempre bem, Ana.

Um beijinho :)

heretico disse...

um Mundo (de cor?) entre a "realidade aparente" e a "aparente realidade"...

beijo

heretico disse...

um Mundo (de cor?) entre a "realidade aparente" e a "aparente realidade"...

beijo

Andradarte disse...

É caso para dizer.....Porque não começar pelo fim...
Boas férias
Beijo

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Uma espécie de pescadinha de rabo na boca... tal como a imagem :)

Bem construído :)

Fê blue bird disse...

As aparências destroem sempre a verdade !

Um beijinho amigo
Fernanda

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Gosto muito destes poemas breves mas cheios, sem limite.
A nossa realidade além de baça, sem asa, como dizes. Sem golpe de asa, tudo muito rasteiro, vil, desumano. "Uma apagada e vil tristeza" como diria o outro poeta.
Beijinhos e votos de umas bem merecidas férias.

© Piedade Araújo Sol disse...

pois é a realidade aparente nem sempre é o que aparenta ser.
gostei também muito da imagem.
beijo
:)

Isa Lisboa disse...

Temos que aprender a distinguir as realidades das aparentes realidades...!
Beijinhos, boa semana!

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Belo poema. Quanta a realidade é totalmente outra... Uma feliz noite com um maravilhoso domingo.

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Uma feliz e bela noite com um alvorecer de domingo maravilhoso

Jaime Portela disse...

A distorção da verdade pode ser bem pior que a mentira...
Excelente poema, gostei muito.
Ana, tenha uma óptima semana.
Beijinhos.

Petrus Monte Real disse...

Ana

Gosto muito do poema.
Extraordinário.
Fala-nos da triste realidade que nos é imposta,
através, por exemplo,
da criação artificial de "Medos",
"Inimigos sem Rosto"
com intuitos eleitoralistas
fins "economicistas" obscuros
(Malditos Mercados):
é um processo perigoso que, de forma lenta, mas segura,
vai minando a confiança nas instituições
e a vontade de participação
na defesa da "coisa" pública.

Enfim!

Abraço de amizade
e votos de boas e bem merecidas férias.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, "nem tudo que parece o é," é a realidade que somos confrontados diariamente, poema criativo e belo na perfeição.
AG

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Venho deixar votos de bom fim de semana e muitos beijinhos.

CÉU disse...

E aqui, tudo é escrito e visto com beleza e talento.

Beijos.