Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Boas Festas






Com uma Estrela na Voz
Que voz é esta? De onde vem?
Que fantasmas antigos desperta
quando tudo o mais parece
ferido pela imobilidade de um sono de pedra?

Corres agora atrás das vozes
acantonadas nas arcas de Dezembro
e o que buscas é uma centelha de riso,
o fugaz cristal de uma lágrima,
o aconchego de uma carícia
capaz de vergar a noite ao peso
imaterial de um instante de ternura.

É só isso que buscas, nada mais.
E tudo o que buscas
é uma lança que trespassa a morte
tantas vezes anunciada
no mudo sofrimento dos animais.

E se, buscando, é a luz que encontras,
ergue-a então como um estandarte
na hora de todos os fingimentos
e continua buscando até descobrires
que a voz que persegues e quase te enlouquece
é a tua própria voz soletrando nos portais
os nomes piedosos e límpidos
de quem chega um dia no rasto de uma estrela.

José Jorge Letria


15 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Há muito que não corro agora atrás das vozes
acantonadas nas arcas de Dezembro
mas o que busco é uma centelha de riso,
o fugaz cristal de uma lágrima,
o aconchego de uma carícia
capaz de vergar a noite ao peso
imaterial de um instante de ternura.

Isso mesmo!, e mais,
que o Poeta não disse
nem mesmo nos versos seguintes

(Boas Festas, também)

Olinda Melo disse...


Querida Ana

Que transmissão de pensamento a nossa!
Também eu postei um poema de José Jorge Letria.
Era para ser uma mais contundente que, por sinal,
se coadunava com os desmandos vigentes. Mas, não
consegui importá-lo.
Adoro os seus poemas. Este é um dos seus mais
belos.

Trago um link do Youtube de uma visita do Xaile de Seda que
me pediu para o transmitir aos amigos.

https://www.youtube.com/watch?v=XOjBLK7UMb0&

BOAS FESTAS! BOM NATAL!

Beijinhos

Olinda

Jaime Portela disse...

Magnífica escolha poética.
Não conhecia este poema do JJL. Obrigado pela partilha.
Querida amiga Ana, os meus votos de um FELIZ NATAL e de um óptimo ano de 2018.
Beijo.

Graça Pires disse...

Lindíssimo, o poema de José Jorge Letria.
Aproveito, Ana, para te desejar um bom Natal e um Ano Novo com tudo o que mais queres.
Um beijo,

Majo Dutra Rosado disse...

Então, que seja um tempo de harmonia, ternura e sorrisos...
Um abraço grande, querida Amiga.
~~~~~~~~~~~~

ANNA disse...

Hola gracias por pasar por ya tu blog.
Te deseo feliz Navidad y prospero año nuevo.
Besos.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Santo e feliz Natal para si e sua família.
AG

AC disse...

Um poema tocante e belo, como que a relembrar o rumo que nos deveria nortear.
Ana, que as estrelas incendeiem a nossa passividade!
Feliz Natal!

alfacinha disse...

UM FELIZ NATAL
Cumprimentos de Antuérpia

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Feliz Natal, amiga.
Mas o que eu quero mesmo dizer é Muita felicidade, Paz e Amor, se possível, todos os dias.
Beijinhos de muita amizade.
Isabel

Edumanes disse...

Com saúde, paz, amor e carinho,
se possível na companhia amiga Ana
de sua família, aí no seu cantinho
Feliz Natal nessa terra alentejana!
Beijinhos.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Feliz ano 2018 repleto de oportunidades, saúde, esperança e prosperidade.
AG

Mariazita disse...

Bom dia, Ana
ESTA É A MINHA MENSAGEM DE ANO NOVO:
Para desejar um feliz Ano Novo faço-me acompanhar DAS PALAVRAS de Carlos Drummond de Andrade, que muito admiro:
“Para ganhar um ano novo que mereça este nome, você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente. É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.”
FELIZ E PRÓSPERO ANO NOVO
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Manuel Veiga disse...



os melhores votos de Bom Ano para ti e aqueles que amas

afectuoso abraço

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Tudo de bom para 2018!
Beijinhos.