Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Aqui fica uma flor! Nesta noite sem igual...

foto: Manuel da Nóbrega
Flores - Vale de Açor

«Na noite de 5 para 6 de janeiro de todos os anos, juntam-se os jovens que vão à tropa nesse ano, munidos com jesso água e formas em papel com desenhos de caçadores, bonecos a jogar futebol... e andam de porta em porta a colocar aqueles desenhos nas portas de toda a terra, enquanto uns colocam esses desenhos, outros cantam acompanhados por um senhor com acordeão uma quadra dedicada a pessoa onde está o dito boneco, têm de fazer isto em todas as portas da terra.»in Planeta clix
***
De forma singela o povo alentejano presta homenagem aos Reis...sentidos gregários e iniciáticos unem, ainda, estas gentes! Voemos com as aves do sul, rumo à infância perdida...

4 comentários:

Bipede Implume disse...

Bom Ano, Amiga
Acabadas que estão as festas familiares, volto com redobrada energia ao convívio dos meus amigos. Para mim, esta altura nem sempre é de descanso. Por isso voltar aqui me traz sempre muita paz.
Então, aproveito e acompanho as tuas aves rumo ao Sul.
Beijinhos.

Dédalus disse...

Son curiosas las costumbres de los difrentes lugares del mundo, y es bueno conservarlas para que también las disfruten nuestros hijos.

Um beijo, amiga.

DE-PROPOSITO disse...

Voemos
--------
Pelo menos a ilusão voa. Até que um dia acaba por pousar em terra firme. E a partir desse momento deixou de ser ilusão; passou a ser realidade ou decepção.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

loira mexicana disse...

Estou de volta!
Passando pra dar um oi pros amigos!
bjs