Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Uma mulher exemplar

Esfera dos Livros
«Sinopse:

A história judaica tem mulheres extraordinárias. Da matriarca Sara à sionista Golda Meir, muitas mulheres judias fizeram história. Grácia Nasi foi uma delas. Com um carácter intocável e uma personalidade de ferro moldada pelas agruras da vida, esta mulher não teve medo de desafiar homens, papas, reis e o seu próprio destino. 
Nasceu em 1510 em Portugal depois de a sua família ter sido perseguida e expulsa de Espanha. Contudo não seria em Lisboa que encontraria a tranquilidade desejada. 
Viúva aos 25 anos, herdeira de um império comercial e de uma incalculável riqueza cobiçada por todos, Grácia Nasi torna-se numa verdadeira mulher de negócios, assumindo o seu espírito pioneiro e empreendedor, traço marcante dos sefarditas judeus/cristãos novos. 
Grácia Nasi percorre o mapa da Europa, passando por cidades como Antuérpia e Veneza, até chegar ao Império Otomano, onde finalmente pode praticar a sua fé às claras, sem recear qualquer perseguição. É aí que se dedica a ajudar os seus correlegionários a escapar à Inquisição, apoia o estudo e o ensino religiosos, bem como a edição de Bíblias e estende a mão aos mais necessitados.»
http://www.outofspain.com/DGhead.jpg
 1500 - 2010
500 anos do seu nascimento

8 comentários:

Bipede Implume disse...

Querida Aninha
Mais uma mulher extraordinária, que gostei muito de conhecer.
O texto anterior amorosamente escrito, de amor, claro, também fez as minhas delicias. Quantas recordações... até olfactivas.
Beijinhos.
Isabel

s. disse...

E cá está, a força intocável de uma mulher...

Beijinhos

JPD disse...

É curioso: quando vi este livro editado pela Esther lembrei-me de um romance editado pela ASA da autoria de Catherine Clement «A SENHORA»

Como prezo muito a Esther, irei comprar este livro.

Belíssima sugestão, Ana

Sonhadora disse...

Minha querida

Vou daqui sempre mais rica, que quando entrei, não conhecia, mas conhecimento é sempre bem vindo.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Antoniatenea disse...

Después de leer esta biografía sólo puedo decir:
Gracias Grácia Nasi!!
Gracias Ana Tapadas1
La mujeres como vosotras hacen que las mujeres nos sintamos mejor pese a todo lo que aun queda por conseguir.
Un beso!

Gerana Damulakis disse...

Muito interessante.

Maria Luisa Adães disse...

Bravo Ana

Desconhecia essa "Mulher exemplar"

que soube distribuir riqueza e
encontou um lugar onde poude ficar
em Paz e realizar sua missão.

500 anos? Que bom ser recordada.

Obrigada e parabéns pelo tema.

Mª. Luísa

Fê-blue bird disse...

Adorei conhecer esta mulher extraordinária, obrigada pela excelente sugestão.
Este é um dos motivos porque gosto tanto de ler os blogues dos meus amigos, saio sempre enriquecida.

beijinhos