Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Poema aos homens constipados

imagens Google


Pachos na testa, terço na mão
Uma botija, chá de limão
Zaragatoas, vinho com mel
Três aspirinas, creme na pele
Grito de medo, chamo a mulher
Ai Lurdes, Lurdes, que vou morrer
Mede-me a febre, olha-me a goela
Cala os miúdos, fecha a janela
Não quero canja, nem a salada
Ai Lurdes, Lurdes, não vales nada
Se tu sonhasses, como me sinto
Já vejo a morte, nunca te minto
Já vejo o inferno, chamas diabos
Anjos estranhos, cornos e rabos
Vejo os demónios, nas suas danças
Tigres sem listras, bodes de tranças
Choros de coruja, risos de grilo
Ai Lurdes, Lurdes, que foi aquilo!
Não é a chuva, no meu postigo
Ai Lurdes, Lurdes, fica comigo
Não é o vento, a cirandar
Nem são as vozes, que vêm do mar
Não é o pingo de uma torneira
Põe-me a santinha, à cabeceira
Compõe-me a colcha, fala ao prior
Pousa o Jesus, no cobertor
Chama o doutor, passa a chamada
Ai Lurdes, Lurdes, nem dás por nada
Faz-me tisanas, e pão-de-ló
Não te levantes, que fico só
Aqui sozinho a apodrecer
Ai Lurdes, Lurdes que vou morrer.

                                                   A. Lobo Antunes




http://3.bp.blogspot.com/___Xz6ef6E1w/R1--m3Ia5kI/AAAAAAAAAl0/o0jQbOxVyAk/s400/ist2_1464699_lemon_tea.jpg
Os homens são assim... 
No meu caso, hoje,  bem engripada, a rotina segue normal, mas com ritmo lento.
Talvez me deite mais cedo e sonhe que vivo algures...




Florença antiga

13 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Estava a ler este poema e sorria, pois ele diz mesmo o que são os homens com uma pequena constipação, adorei.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

LUNA disse...

kakakakakaka!!!!! que poema mas genial!!! efectivamente, los hombre son un poco mas blandos que nosotras....

Como dicen en España, si tuvieran que parir la humanidad se hubiera extinguido...

Cuidate mucho.
Ya se sabe, la gripe con medicinas dura una semana, solo con cama, siete dias....

Besitos

Decio Bettencourt Mateus disse...

Valeu a partilha Ana. E gostei muito desta do Lobo Antunes.

Vieira Calado disse...

Olá, bom dia!

No mínimo...

divertido!

* quanto à exposição,

ela vai lá ficar até Março.

Depois, em Junho, vem para Lagos...

Saudações poéticas

Laura disse...

Gostei tanto, tão verdade :)
As melhoras !
Beijinho

Andradarte disse...

Pois é....os homens são uns 'mariquinhas'...Tá bem....
Beijos e melhoras

Fê-blue bird disse...

Minha amiga:
Um poema dedicado ao meu marido que está neste momento constipado e a gritar por mim, não podia ser mais apropriado;-)

Beijinhos

ADRIANO NUNES disse...

Ana,


Amei!

Abração,
Adriano Nunes.

Nilson Barcelli disse...

Esse poema é o máximo.
Os homens são todos maricas na doença...
Beijos, querida amiga.

JPD disse...

Também estou constipado... Ainda não engripado.
Por isso quero congratular-me com a tua gentileza, a de editares um poema reconfortante para quem padece de uma constipação arreliadora.Bem hajas, Ana
Beijinho
(Atchim!)

Ana Lucia Franco disse...

Ana, aprecio os livros do Lobo Antunes, é um grande escritor, mas eu não sabia que ele era poeta! E muito bem humorado. Que deliciosa sátira.

A natureza é sábia. Imagine se os homens parissem, rs.

bjs.

Bipede Implume disse...

Querida Aninha
Já tinha pensado em ti por causa das constipações. A Sandra está assim desde a semana passada. Perdão,é gripe mesmo.
Acho imensa piada a este poema do Lobo Antunes. Tal e qual sem tirar nem pôr.
Para gripes não tenho receita, pois acho que o chá de limão e mel não chega.
As melhoras e, se puderes, descansa mesmo.
Beijinhos
Isabel

Cristina disse...

Pour la grippe, le vaccin!!!
Dimanche, grande manifestation à Bruxelles,j'y serai pour prendre des photos.
Nisous, Ana.