Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Rosa Cairo

Obrigada, Isabel.



Nos nossos sonhos, uma poalha rosada feita de sol e poeira do deserto cobrirá a cidade. Ao longe, recortando com rigidez o horizonte, a imponência triangular recordará a morte de milénios gloriosos e o edifício rosado do Museu imporá uma presença magnífica ao labirinto terroso das ruas por onde vultos humanos se cruzam com gatos esquivos.



http://atroll.files.wordpress.com/2010/09/cairo-pyramid.jpg
Google



Sobre o caos do trânsito esvoaçam pombos e reparo, distraída, que não são púrpura as rosas do Cairo, mas desse rosa-rosa que o sol intenso desenhou.
Quero na nossa casa este rosa e uma cimalha cinzenta, asa-de-pombo, para poder sonhar na bacia africana do Mediterrâneo. Sempre construímos o nosso pequeno mundo com os lugares fugazes da memória, por isso ele se fez sólido e se tornou maleável nos antagonismos.  Sorriste.

Ana


8 comentários:

Bipede Implume disse...

Querida Aninha
Bem, meu olhinho marejou. Minha rosinha fazendo parte de texto tão lindo. Obrigada.
A Sandra telefonou-me para eu ver as notícias na CNN ou Sky News, exactamente pelo que se passa no Egipto. Terrível. Ninguém pode ficar indiferente.
Um fim de semana em Paz, amiga
Beijinho
Isabel

LUNA disse...

Querida amiga, um lindo poema que fala de flores y de perfumes...un sonho...
Só espero que as rosas do Cairo voltem a botar nesta primavera, com um céu aberto, azul, límpido, e os homens e mulhes de bôa-vontade, possam admirá-las em paz e uniäo.

Beijinhos, és uma grande pietiza.

Zondra Art disse...

Beautiful photos!!!
Big greetings from Croatia, Zondra Art

Fê-blue bird disse...

Amiga:
O Cairo está a viver momentos difíceis, espero que a rosa volta a desabrochar.

Beijinhos

Sonhadora disse...

Minha querida

Um texto muito belo e a rosa é linda...estive quase a "roubar".

Deixo oo meu carinho num beijo
Sonhadora

Nilson Barcelli disse...

O teu magnífico texto fez-me pensar. As primeiras notícias são de causar enorme apreensão. Muito do património da humanidade está no Egipto. Esperemos que os antagonismos não destruam o que se foi concretizando edurante tantos séculos...
Parabéns pelo teu excelente texto.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

JPD disse...

As flores têm os seus ciclos.
Um após outro, insiste nessa exuberância.
Sendo diferente de rosa para rosa, porque a sua beleza não se repete, apenas -- E não será pouco -- se renova.

Passada a convulsão, será possível uma recidiva desse superlativo estado de alma.

Belíssimo texto, Ana.
Bjs

Laura disse...

Excelente ! Esperemos que volte tudo à paz.
Beijinho