Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

domingo, 24 de maio de 2009

cacofonias apolíticas...

Roland Penrose


Deixem-me falar...



Roland Penrose


Falemos outra vez dos sonhos,


Roland Penrose

Suaves fiapos desta luz...


Roland Penrose

No alvorecer...


Roland Penrose

...Da Verdade!


Ana

8 comentários:

Janaina Amado disse...

Ana, estou com saudades, ando com hóspedes, ocupada, só hoje retornei por aqui. Lindas imagens do inconsciente (tb. falo de inconsciente no meu texto de hoje, só que bem mais tristemente). Lindíssimo o José Régio mais abaixo. Abraços!

Cristina disse...

Magnifico, lindo, fabuloso..adoro este mondo de sonhar!
beijinhos.

Sara disse...

Ai esta minha professora! Eu não percebi, não sou muito boa com imagens...
Beijinhos

EternaApaixonada disse...

Sua presença me deixa muito feliz!
Aproveitei e passei pelos posts que ainda não tinha visto. O blog está cada vez mais lindo! Parabéns por nos oportunizar momentos como este!
Meu carinho e amizade.
Beijos

comboio turbulento disse...

Sara, tens uma excelente professora, com toda a certeza. E a imagem que deixas é de uma simplicidade que só têm as pessoas que vão aprendendo a gostar do que v~eem , do que ouvem e do que lêem.

Bipede Implume disse...

Venho só deixar um beijinho. Voltarei amanhã. Está linda esta nova linguagem.
A jardinagem fez-me sentir alguns músculos que nem sabia que tinha.
A Edna, uma blogger brasileira, amiga do Platero, enviou umas quantas sementes que pus a germinar em embalagens de ovos. Foi isso que estivemos a fazer: a transplantar as plantinhas germinadas.
Será que irão aguentar este novo clima?... Mistério.
Atenção aos próximos capítulos.
Boa noite amiga.
Beijinhos.

Miguel Angel disse...

Me encantan tus textos y también las imagenes que seleccionaste, me recuerdan las pinturas de Remedios Varo, ¿La conoces?.

Angelo Morgado disse...

olaaa obrigado pelo depoimento no blog, em parte ate tens razão sou um jovem apaixonado mas neste caso concreto foi uma pequena homenagem que fiz a uma amiga que me é muito querida :) gostei das tuas imagens, em especial a que retrata os "caidos"