Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Caligrafias...

Babilónia, Shamash, B. Museum


Recebi de Luz de Luma o desafio/brincadeira de, no tempo das teclas, mostrar-mos um pouco das nossas caligrafias. Saudosamente, recordei os velhos cadernos de duas linhas e os milimétricos, os aparos de letra inglesa e os da letra gótica, as canetas que ainda uso...sim, sou fanática por canetas de tinta permanente e só cedo a uma «bic» de trabalho. Faço parte dos que escrevem a preto e a minha caligrafia tem dias, mas, assim, numa folha branca sem linhas perde toda a rigidez e certezas do costume...que se cumpra a brincadeira!
E, cá vou eu desafiar cinco «bloguistas» amigas, neste caso, um pouco vítimas:


Isabel

Janaína

Juli

Helô

Cristina






escrita babilónica, Portal da História




7 comentários:

Cristina disse...

Obrigada, Ana.
Un peu difficile pour moi de comprendre tout ce texte.Desculpe.
Bom fim de semana, beijinhos.

Luma disse...

Uau!! A sua letra é estilosa e nunca tinha visto um "E" quase maiúsculo no meio da palavra.
E fez muito bem, sim senhora! Gostei da explanação inicial e Ana, uma conterrânea sua disse que a minha caligrafia era bem sul americana, daí fiquei curiosa pra saber como seria uma caligrafia de alguém de Portugal (rs*) - uma curiosidade: Eu não fiz a escola básica no Brasil! huahuahuahua
Obrigada Ana, por participar da brincadeira!! Bom fim de semana! Beijus

Bipede Implume disse...

Querida Aninhas
Vou responder ao desafio sim... mas só na segunda-feira, pode ser?
Vou aproveitar o calor de certeza. Vou às cerejas, depois passo pelas minhas abóborinhas e ver se elas se estão a portar bem.
Bom fim de semana e beijinhos.
Isabel

Victor Colonna disse...

Ana,
encontrei seu belo blog através de um comentário que você fez no blog de Adriano Nunes. Parabéns! Sou poeta e tenho um blog de poemas e crônicas. Linkei seu blog lá. Se puder, dê uma passada por lá pra conhecer. Seguem aí dois poemas meus! Grande abraço!


NÁUFRAGO (Victor Colonna)


Embarco numa rima ruminante
E parto numa estrofe estropiada
Eu paro, penso, pausa...e num rompante
Encontro um verso que não leva a nada.

Eu vejo a poesia tão distante
Me afogo na superfície da palavra
Eu sumo num soneto dissonante
Sufoco numa sílaba que trava.

Perdido numa quadra sem quadrante
Sou menos que figura, figurante
Pseudo-comandante, e vivo em dilema

Espero que a onda não me traia
E nado em desespero até a praia
Salvo o poeta mas naufrago no poema.


SUJEITO OCULTO (Victor Colonna)


O problema são as conjunções desconjuntadas
As interjeições rejeitadas
Os adjetivos desajeitados
Os substantivos sem substância
As relações de deselegância entre as palavras.

É preciso superar o superlativo:
O absoluto sintético
E o analítico.
Achar o verso
Entre o verbo epilético
E o pronome sifilítico.

Falta definir o artigo inoxidável
O numeral incontável, impagável.

Resta procurar o objeto direto
Situar o particípio passado
E o pretérito mais-que-perfeito

Desvendar a rima
Desnudar a palavra
Encontrar o predicado
E revelar o sujeito.

Ana Tapadas disse...

Luma:
Eu avisei: a minha letra tem dias...esse foi dos «e» abertos, por vezes fecham. rs. Também tenho a caligrafia de «trabalho» e a do quadro interactivo e a do quadro clássico - o cursivo inglês da praxe.
bj

EternaApaixonada disse...

Querida amiga irmã Ana!

Que supresa boa! Duplamente!
Por me incluir na deliciosa brincadeira e por me oportunizar conhecer a poesia de um conterrâneo, que gentilmente aqui deixou mais duas lindas poesias!
Irei conhecer o blog do poeta brasileiro Victor Colonna.

Minha resposta ao desafio será estreando meu novo blog, Sintonias do Coração 2.
Novo endereço para continuar as postagens, à partir de junho:

Sintonias do Coração 2

http://sintoniasdocoração.blogspot.com


Tenho um carinho especial pelo meu primeiro blog, Sintonias do Coração , espaço que me permitiu criar boas amizades, como a nossa!
Como está muito "pesado"... Não irei postar mais, apenas deixar um recadinho aos meus leitores amigos seguidores.
Aguarde!

Um ótimo fim de semana!

Beijos agradecidos.

Janaina Amado disse...

Amiga Ana,
Só agora vi seu desafio - vou responder, sim, mas me dê um tempinho, pode ser? Obrigada!