Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

segunda-feira, 12 de março de 2012

Refúgio

 Ikenaga Yasunari


O silêncio é o refúgio onde se abrigam os sonhos.





11 comentários:

Rogério Pereira disse...

Mas é também o leito onde se retempera a vontade

Andradarte disse...

Mário Quintana....diz que o silêncio
é um espião.....
Beijo

Ana Tapadas disse...

Entendeu-me perfeitamente. Ando a trabalhar demais...horas a fio. Sinto-me máquina nas mãos desta engrenagem a que insistimos em chamar país....


bj

cores e outros amores disse...

... e onde se enterram uns e nascem outros!

São disse...

Concordo de todo com este belo pensamento.

Bons sonhos, Anita

Vítor Fernandes disse...

É sim senhora :)

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Gosto muito. Sendo filha única, aprendi que o silêncio faz parte do sonho.
Quanto a trabalho sei muito bem do que falas. Tenho exemplos.
O Alentejo continua lindo.
Beijinhos e boa semana
Isabel

Jorge disse...

O silêncio é a música da alma. Escuta-o...
Bj
J

Nilson Barcelli disse...

Bem observado.

Ana, querida amiga, tem um bom resto de semana.
Beijos.

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Vou ter um fim de semana cheio de trabalho. Por isso adianto-me e desejo um fim de semana em paz.
E com chuva, parece.
Beijinhos
Isabel

Sonhadora disse...

Minha querida

Quanta verdade nesta frase.

Um beijinho com carinho e desejo-te um bom fim de semana.
Sonhadora