Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Notas de Leitura 1

Museu Nacional - Bagdade

« Em 12 de Abril de 2003 chegou ao conhecimento do mundo a notícia do saque do Museu Arqueológico de Bagadade. Desapareceram trinta e oito objectos de grande valor, mais de catorze mil peças menores foram roubadas, e as salas, destruídas. A 14 de Abril queimou-se um milhão de livros da Biblioteca Nacional, com mais de dez mil registos do período republicano e otomano, e em dias sucessivos esta situação repetiu-se com as bibliotecas da Universidade de Bagadade, a Biblioteca de Awqaf e dezenas de bibliotecas universitárias de todo o país.» 

Fernando Báez, História Universal da Destruição dos Livros, p.p. 8-9



Biblioteca Nacional de Bagdade

3 comentários:

Rogério Pereira disse...

Recordo-me desta noticia na imprensa... e fiquei sem saber o que pensar... mas com a certeza de que a intervenção militar no Iraque dera inicio a "nova" barbárie...

BlueShell disse...

Sim, também me lembro: uma pena e um ato de selvagens ...
Bj

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Lamentável, doloroso trágico.
É bom estarmos atentos.
Bom fim de semana com muita paz.Beijinhos
Isabel