Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quinta-feira, 11 de abril de 2013

S.O.S.! S.O.S!

Medea, de Evelyn De Morgan, 1889


S.O.S! S.O.S!

Fantasmas de todos os planetas! Fantasmas de todos os planetas!
Saltai em pára-quedas no silêncio que há por dentro do silêncio
e vinde salvar-nos!


Vinde salvar os homens
para aqui abandonados ao pesadelo de si mesmos,
só a serem homens,
homens apenas,
homens sempre,
de manhã até à noite,
semi-homens,
infra-homens,
super-homens,
ex-homens...


E fartos, fartos, fartos, fartos, fartos, fartos
desta desistência
de já nem quererem ser deuses!

Nem de transformarem os cavalos em relâmpagos!


José Gomes Ferreira



15 comentários:

São disse...

Não há fantasmas que nos valham: ou tomamos nós a nossa salvação em mãos ou nos afundamos de vez...

Beijinhos, Anita

Mar Arável disse...

O nosso grande

Zé Ferreira

Rogério Pereira disse...

É por isso
que rejeito um comprimido debaixo da língua
Prefiro, se necessário, usar um verso seu

em SOS

Andradarte disse...

Não conhecia.....Vou já pesquisar o
José Gomes Ferreira.
Bfs
Beijo

Evanir disse...


A esperança vive em mim,
amanhece comigo,
percorre o dia todo
e, quando anoitece, ela está ainda mais fortalecida
Desejo a você
que também tenha sempre a esperança,
que ela permaneça sempre em seus pensamentos.
Que as estrelas iluminem e guiem seus passos.
Que Deus abençoe seu final de semana.
Beijos no coração carinhos na Alma.
Evanir.

heretico disse...

poema lume - que incendeia!

O Puma disse...

O meu neto

que fala por gestos
é um sábio

Mary disse...

olá, cheguei ao seu blog através de dos comments de uma amiga.. ainda não conhecia a poesia de José Gomes Ferreira, vou procurar mais a respeito.. beijos e ótimo findi..

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Concordo com a São. Não há fantasmas que nos valham pois eles é que nos estão a governar. Fantasmas de outros tempos...
Beijinho e fim de semana em paz.
Isabel

Nilson Barcelli disse...

Excelente escolha poética.
Ana, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Margarida disse...

Compreendo-a, ainda que não concorde.
Beijinhos com saudades,
Sara

Jorge disse...

Palavras perturbadoras que nos transmitem, alertas, clarões e relâmpagos onde havia apenas silêncio.
Abrs
J

Isa Lisboa disse...

Que alguém responda a este SOS...!

Beijo

=> Instantâneos a preto e branco
=> Os dias em que olho o Mundo
=> Pense fora da caixa

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Tenho dois dias seguidos de sol.
Ainda não estou em mim.
Beijinhos
Isabel

Olinda Melo disse...


Passei por aqui aquando da publicação deste post, pensei que tinha deixado comentário.

Um S.O.S oportuno e actual. Um apelo aos homens que já desistiram de se superarem, entretidos em atitudes supérfluas 'na fogueira das vaidades'.

Bj

Olinda