Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quinta-feira, 4 de abril de 2013

Da Mudança...

Vladimir Kush


«Tudo flui, nada persiste, nem permanece o mesmo.», Heráclito



Vladimir Kush



5 comentários:

O Puma disse...

Na verdade relativa de todas as coisas
tudo se move
até o vento

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Adorei a pintura de Kush!

Um grande beijinho

Sam Seaborn disse...

As obras de Vladimir Kush sãs as perfeitas “portas de entrada” para o fim de semana, beijinho.

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Belas imagens para uma frase que encerra toda uma filosofia.
Ontem foi um dia muito prometedor.
Acredito que foi o principio do fim.
Melhor...quero qcreditar.
Beijinho.Isabel

Nilson Barcelli disse...

E ainda bem que a mudança é permanente.
Mas às vezes é demasiado lenta...
Ana, tem um bom fim de semana.
Um beijo, querida amiga.