Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Promessas


Frágeis, fugazes...



promessas de fruto.

Renascerão...

Ana

3 comentários:

Bipede Implume disse...

Adoro flores. Os jarros ligam-me à minha infância. Agora, além dos brancos, tenho uns cor de rosa muito bonitos. E depois, flores são sempre bonitas e é muito agradável ver que também lhes dedicas algum do teu tempo.
Beijinhos e bom fim de semana, amiga.

joe disse...

ngomong opo to mbak, pating pecothot...

Dédalus disse...

En una flor está comprenida toda la belleza y el misterio de la vida; la misma creación...

Besos, Ana. Bellas palabras y bellas imágenes, muy sugerentes.