Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Requiro

Vladimir Kush




Procurar...procurar...
Mesmo a essência do que já se encontrou!
Procurar é virar a página do que já se voltou.
Sem limites, não parar.
Que importam as fronteiras?
Por que te lesam as barreiras?


Homem, meu irmão, porque paraste?
Era exigente a luta e longa a caminhada,
Mas o cume é ao alto da serra alcantilada!
Envelhecias, onde está a lição que à vida roubaste?
Procurar é ir com método, com determinação.
Procurar é não ir a esmo, com vacilação...


Se o sol nasce, tu, procura a luz!
Se a lua morre, descobre a escuridão.
E, serenamente, sacia a inquietação,
Procurando o gérmen que te conduz.
Homem inquieto, homem vacilante,
Não sejas jamais homem errante!


Ana 






12 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Olá Ana!

Que poesia linda,eu amei!
Que bom ter vindo passear aqui em sua casa,virei sempre.
Um abraço e fique com Deus sempre!

BlueShell disse...

Um forte apelo ao Homem , ás sua potencialidades no cumprimnento da sua missão.
Procurar..para atingir...sem ser hoem "errante"!
Lindo.

Bj
(ando atrasada nas visitas mas ..embora tarde, virei,)

Braulio Pereira disse...

lindo... como gosto de esta aqui. no teu paraíso.

obrigado por ler-me

dia feliz para ti..

beijo e uma flor !!

Cátia disse...

Gostei :) beijinhos minha atleta *

Olinda Melo disse...

Querida Ana


Um belíssimo poema que nos exorta em relação à Procura de nós mesmos e dos nossos sonhos. Um procura concertada e persistente...

Beijo

Olinda

Fê-blue bird disse...

Procurar...procurar...
Mesmo a essência do que já se encontrou!
Procurar é virar a página do que já se voltou.
Sem limites, não parar.
Que importam as fronteiras?
Por que te lesam as barreiras?

Minha amiga:
Um poema oportuno e que nos incita a não desistir de procurar e a jamais sermos errantes.
Perfeito!

beijinhos

Irene Alves disse...

Um grande apelo a que não se páre
na busca da perfeição, embora
tal seja inatingível.
Gostei.
Um grande beijinho
Irene

São disse...

Um apelo à perseverança e á continuação da luta por ideais , que muito me agradou.

Um abraço grande, Aninhas.

Andradarte disse...

Gostei do poema...Cada vez melhor...
Beijo

sofia disse...

Bonita poesia! beijinhos

Vieira Calado disse...

Bem oportuno poema

nos tempos que correm!

Bjsss

João da Nova disse...

“Procurar… procurar…” pelo menos consegui encontrar este belo poema, sem limites, sem fronteiras. “Não sejas jamais homem errante!” Luta, acredita, continua a avançar, continua, continua sempre.

Com Vladimir Kush a oferecer um cenário de eleição…