Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

sábado, 22 de dezembro de 2018

Amigos

Xico Pereira


Na minha infância, o frio tinha pérolas de orvalho e a bruma da planície humedecia as minhas pestanas longas. Havia sobre os telhados uma carícia de verde e o fumo erguia-se de lareiras em ondas de uma harmonia secreta. Lá fora, a geada e a repressão.
Na minha infância, de menina privilegiada, havia um olhar atento de gumes e pratos que distribuía cheios pelos vizinhos. E eu soube, desde então, qual o sentido das Festas e qual a medida da Justiça. 
Desde esse eco distante, na remota aldeia alentejana, vos desejo umas Boas Festas.



(*pagá-lo)



Zurique, 2018


Um Ano Novo Melhor!

Com Amizade,
Ana Maria


20 comentários:

Majo Dutra disse...

Agradeço e retribuo, querida Amiga.
Terno Abraço
~~~

Mar Arável disse...

Tudo pelo melhor
em família e outros amigos

Sandra disse...

Boas festas. Beijinho.

Mariazita disse...

QUERIDA AMIGA
Hoje venho trazer os meus votos de Boas Festas. Para o efeito faço-me acompanhar das palavras do grande escritor Charles Dickens, que expressam o meu verdadeiro sentir:
“Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo.
Honrarei o Natal em meu coração e tentarei conservá-lo todo o ano.
Eu sempre pensei em Natal como um tempo bom. Um bem, perdão, generosidade, época agradável. Uma época em que os homens e mulheres parecem abrir os corações deles espontaneamente, e assim eu digo, Deus abençoe o Natal!”

QUE DEUS ABENÇOE OTEU NATAL É O QUE, DO FUNDO DO CORAÇÃO, DESEJO A TI E A TODOS OS TEUS ENTES QUERIDOS.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Victor Barão disse...

Não fosse este blogue (Rara Avis), logo de base e no seu todo, muito bonito e mas que ao mesmo tempo faz positivamente pensar, então esta mais recente e na circunstancia temporalmente oportuna publicação retiraria todas as dúvidas.

Anterior sequência a partir da que tomando-me da imodesta ousadia de me auto considerar um amigo, dos "Amigos" que dão titulo à presente publicação, da minha respectiva parte agradeço os votos que retribuo, até porque, neste último caso, a minha presente passagem aqui pelo blogger, por respectiva inerência visitando todos os blogues que sigo, até no presente caso chegar aqui ao Rara Avis em concreto, tudo após consecutivos meses de minha ausência daqui, tem por si só, no presente oportuno momento, o meu objectivo próprio de por princípio e aqui particularmente à estimada Ana Maria, com extensão a quem mais aqui a acompanha e naturalmente a quem lhe é pessoal/familiarmente mais querido, deixar sentidos votos de:

Feliz Natal e dum excelente Novo Ano de 2019

VB

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Boas Festas!
Nesta altura do ano só me lembro de Paz e Amor que é o que desejo para todos, especialmente para ti.
Beijinhos de muita amizade.

Edum@nes disse...

Desejo, igualmente, amiga Ana,
Feliz Natal para si e sua família
na companhia de quem mais ama
com saúde, paz, amor e alegria!

Beijinho.

Fê blue bird disse...

Feliz Natal querida amiga.

Beijinho grato

Rogério G.V. Pereira disse...

Aproxima-se o Ano Novo
Nele
sejamos todos, Desenhadores de Sonhos

Olinda Melo disse...


Um belo texto, querida Ana.
Apreciei cada uma das tuas palavras.

BOAS FESTAS!

Beijinhos

Olinda

Maria João Brito de Sousa disse...

Feliz Natal, Ana :)

CÉU disse...

Olá, querida Ana (não sabia k te chamavas Ana Maria, mas gosto mto do teu nome)!

Escreves mto bem, pke para além de teres cultura académica bem solidificada e seres professora, tens um coração enorme, e pelos vistos, sempre foste mto atenta ao k te rodeava, ao social e económico, ao contrário de mim.

Eu vim para Lisboa com 2 anos. Estudei, fiz a faculdade, mas não me apercebi da falta de comida e de outras necessidades, de k falas. Evidente que havia gente com muitas possibilidades económicas e outra, não, mas íamos vivendo sem sobressaltos.

O "teu" Eugénio de Andrade, e no tempo em que disse/escreveu aquelas palavras, talvez fosse possível, mas hoje, acho isso completamente fora de tempo e até descabido. Somos europeus e vivemos na Europa e este continente será sempre o velho, o mais estável.

Espero k tenhas tido um natal de amor e doação e k o novo ano te traga coisas bonitas e boas. O meu foi muito calmo, sem presentes, nem comezainas.

"Tás" tão bem, na fotografia! Tens umas feições bonitas e agradáveis.

Beijinhos.

Ana Tapadas disse...

Obrigada, Céu.

Na realidade, a independência de que falo/fala é a de consciência...



Beijinho

Ulisses de Carvalho disse...

Um bom fim de ano, Ana, com dias que te inspirem no melhor sentido, abraço.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Feliz Ano Novo! Que traga saúde, sucesso e prosperidade!
AG

Mariazita disse...

Bom dia e bom Ano!
Aqui estou para desejar uma BOA PASSAGEM DE ANO.
Queria trazer algo especial para o Ano Novo… mas tive um problema:
Como posso embrulhar toda a minha Amizade, um grande abraço e muitos beijos? Impossível!
Então… decidi oferecer uma frase do nosso imortal LUIZ DE CAMÕES:
“Jamais haverá Ano Novo se continuarmos a copiar os erros dos anos velhos”.
Meditemos nisto e façamos do ano que vai começar UM ANO VERDADEIRAMENTE NOVO.
FELIZ ANO NOVO! FELIZ 2019!

Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

As Mulheres 4estacoes disse...

Olá, Ana!
Gostei do que li. Não tive uma infância abastada materialmente, mas rica em amor, sendo assim, as festas de fim de ano tem um significado muito especial pra mim.
Que tenha um novo ano de muito amor.
Um abraço,
Sônia

Bípede Implume disse...

Querida Aninha
Feliz Ano Novo cheio de muita alegria e felicidade.
Muitos beijinhos de amizade.

Majo Dutra disse...

Querida Amiga.
Um 2019 pleno de saúde e felicidades.
Abraço festivo.
~~~~

Graça Pires disse...

Saboreei cada uma das palavras que escreveste, Ana.
Que o ano de 2019 te traga tudo de bom, e muita saúde, muita paz e muito amor.
Um beijo.