Rara Avis in Terris, JUVENAL, Sátiras, VI, 165

domingo, 7 de junho de 2020

Pelo alvaçuz



Cruzeiro Seixas - 'Longa viagem ao mundo das palavras azuis'


deixa-me hoje sonhar
que o vento febril
murmura
faz e refaz
num inquieto desenhar
a dobrada manhã
primaveril

deixa-me hoje sonhar
o sorriso infantil
que sussurra
que desfaz
o pétreo olhar
no dobrado afã
tão hostil

deixa-me hoje sonhar
o mundo refeito
de fragmentos de luz
de um sonho desfeito
ainda a vogar
pelo alvaçuz

Ana


15 comentários:

chica disse...

Pintura linda e poema acompanhando bem. Tão bom sonhar! Lindo domingo! beijos, chica

Edum@nes disse...

Sanha amiga sonha,
não é proibido sonhar
nessa terra alentejana
seu berço de embalar!

Bom Domingo amiga Ana. Beijinho.

Rogério G.V. Pereira disse...

Pois não é
"Que o sonho comanda a vida"?

Eu Desenho Sonhos, por gestos!

Graça Pires disse...

"Sonho mas não parece. Nem eu quero que pareça. É por dentro que eu gosto que aconteça A minha vida. Íntima, funda, como um sentimento … " escreveu Miguel Torga. Gostei do teu poema, Ana. Sonha porque afinal sempre um sonho nos arrasta.
Uma boa semana com muita saúde.
Um beijo.

silvioafonso disse...

O que teria ido fazer esse sonho
naquele lugar apertado de um navio
que singra as águas sim, mas que
abandona sonhos ao sabor da calmaria?
Adoro suas composições, minha amiga
Aninha.

Maria João Brito de Sousa disse...

HÁ UMA DELICADA E SUAVÍSSIMA BELEZA EM TODA A SUA POESIA, ANA.

BEIJO!

Pedro Luso disse...

Olá, Ana.
Magnífica postagem. Parabéns pelo belo poema. Gostei muito.

Uma boa semana Ana, com os cuidados com a saúde. Beijo. Pedro.

alfacinha disse...

também gosto de sonhar deliciosamente .
Criando um mundo melhor
beijo

Mariazita disse...

O sonho não pode morrer, é ele que "comanda a vida".
Excelente poema.

RE - Para quando o livro?(???) 😄 Para nunca, é claro, trata-se apenas uma brincadeira.
Mas... obrigada pelo interesse.

Feliz Terça-feira e uma boa semana.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

São disse...

Sonha, sim, minha querida , porque como diz Sebastião da Gama "pelo sonho é que vamos!"

Beijinho, boa semana

José Carlos Sant Anna disse...

Ainda bem que não é proibido sonhar, sobretudo com um poema tão leve e um ritmo tão cativante.
São os sonhos que nos levam nesta caminhada!
Um beijo, Ana!

Majo Dutra disse...

Querida amiga.
Sonhar parece ser o único meio para preservar a sanidade mental.

Um poema que alude ao caos mundial e à perturbação humana...
É sempre um prazer vir beber poesia nesta fonte refrescante.

Dias, ainda assim, bons e serenos.
Beijinhos
~~~~~

Jaime Portela disse...

Claro que podes sonhar... de resto, no meu último poema, já dei ordens para que se possam chamar os sonhos à realidade...
Gostei do teu poema, é magnífico. Mas tive que ir ao dicionário ver o que significava "alvaçuz". E eu, construtor de barcos, pasme-se, nunca tinha ouvido tal palavra. Imperdoável, caso para ficar de quarentena acorrentado no porão.
Querida amiga Ana, tem um bom fim de semana.
Beijo.

CÉU disse...

É tão bonita e leve a tua poesia! Sonhar, nunca será proibido.
Beijos, querida amiga.

João Santana Pinto disse...

Qual pedra filosofal… o teu sonho comanda e acima de tudo, alimenta a vida… pela delicada pintura da tua escrita, pelos valores nela inscritos...

Um beijinho para ti e na despedida, tenho a idade de referir que a ilustração foi a escolha perfeita